Atendimento

Segunda a Sexta: 8h30 às 17h30
Sábado das 8h30 às 12h30
 

Sincomerciários divulga exigências do MPT para combater o coronavírus

 
 
 

ARAÇATUBA (24/ABRIL/2020) - O presidente do Sindicato dos Comerciários, José Carlos dos Santos, entregou ao prefeito Dilador Borges (PSDB) e à secretária municipal de Saúde, Carmen Sílvia Guariente, um documento em que o Ministério Público do Trabalho (MPT), Procuradoria de Araçatuba, faz uma série de recomendações para combater a propagação do coronavírus no ambiente de trabalho relacionado ao comércio, como lojas em geral e em especial os supermercados.

Para proteger o trabalhador do comércio e os consumidores, o documento do MPT elenca  41 recomendações, que vão da obrigatoriedade do uso de máscaras e outros EPIs (equipamentos de proteção individual), à existência de álcool em gel, material de higiene pessoal e de limpeza nos locais de trabalho. Também orienta quanto a distância entre pessoas dentro dos estabelecimentos e ensina como abafar (com o antebraço) tosses e espirros.

Muitas orientações amplamente divulgadas por autoridades da área de saúde são reforçadas pelo documento assinado pela procuradora do trabalho em Araçatuba, Ana Raquel Machado Bueno e Moraes, como o controle de clientes dentro das lojas para evitar aglomerações, e proibição do compartilhamento de fones de ouvido, telefones, mesas e bebedouros de água. “Higienizar, a cada três horas, cadeiras, maçanetas, portas, bancadas, esteiras, carrinhos de compras, balanças, teclados, corrimões e apoios em geral”, destaca a procuradora.

Também constam das orientações a reorganização da jornada de trabalho para reduzir o número de trabalhadores no mesmo local, além de flexibilizar o horário de saída para  evitar superlotação nos transportes públicos. Ana Raquel também sugere vendas online, permitindo que os clientes retirem os produtos evitando mais tempo dentro das lojas. O documento completo pode ser visto no site do Sincomerciários (link no final do texto).

A procuradora atribui ao Sindicato dos Comerciários e ao Sincomércio (patronal) a responsabilidade de divulgar as recomendações. Em cumprimento a essa exigência, José Carlos dos Santos, detalhou o documento na reunião da manhã de quarta-feira (22) na prefeitura de Araçatuba, quando o prefeito recebeu  comerciantes e dirigentes classistas para debater o decreto que flexibilizou a abertura do comércio araçatubense. No fim do encontro, o sindicalista entregou uma cópia do documento ao prefeito e à secretária municipal de Saúde.

O decreto manteve fechado o comércio varejista de rua até, ao menos, 11 de maio, quando o governador João Doria (PSDB) flexibilizará as regras em todo o Estado. O decreto de Dilador permite apenas a abertura de salões de cabeleireiro e afins, escritórios de advocacia, lojas de produtos ortopédicos, comércio de peças (automotivas, motos e bicicletas).

Os comerciários e consumidores que souberem de desrespeito às normas de prevenção, não só as sugeridas pelo MPT, mas também às divulgadas por autoridades de saúde, devem denunciar ao Sincomerciários (18) 3301-9374, ao Ministério do Trabalho (18) 3623-8677 ou ao Ministério Público do Trabalho (18) 3621-3154.

Leia a íntegra do documento: https://bit.ly/MPT-COVID19-RECOMENDAÇÕES

SERVIÇO:

Telefones para denúncia:
Ministério Público do Trabalho (18) 3621-3154
Ministério do Trabalho (18) 3623-8677
Sincomerciários (18) 3301-9374


FONTE:
Sincomerciários/Assessoria de Imprensa

 

Sede Administrativa
Rua Bandeirantes 800 - Centro
Araçatuba - SP | CEP: 16010-090
(18) 3301-9374 / 3301-9375 / 3301-9376

 
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta das 8h30 às 17h30
Sábado das 8h30 às 12h30
E-mail: sec.ata@terra.com.br
Desenvolvido por Dias Design Propaganda